Tem medo de falar em público? Será que tem jeito?

Tem medo de falar em público? Será que tem jeito?

Tem medo de falar em público? Será que tem jeito?

Certa vez uma pesquisa indicou que o maior pavor das pessoas entrevistadas era o medo de falar em público! Era maior que o medo da morte, de voar de avião!
Se é mesmo ou não... A verdade é que muita gente tem mesmo esse medo e ele se manifesta de muitas formas. Você pode tremer, suar frio (e suar muito!), sua voz pode ficar trêmula. Até o intestino e a bexiga podem sofrer alterações relevantes pelo stress gerado por esta situação.

E assim como os sintomas são vários, também há diversas formas de combater esse medo, inclusive, a terapia pode ser uma ferramenta, dependendo da causa do seu medo.
E aqui... Nós vamos falar do preparo!

Sim, porque se você se preparar para falar em público, pode melhorar muito o problema.
O primeiro passo que você deve dar é o preparo da mensagem principal que deseja transmitir. 

Afinal, se você vai falar algo para um determinado público, deve haver um objetivo, uma razão para isso acontecer. Você não vai lá apenas para falar coisas para pessoas. Você vai transmitir uma mensagem para o seu público.

Então, primeiro pense no que você deseja conseguir com a sua fala.

Muitos apresentadores ficam focados naquilo que vão falar e não na mensagem que precisa ser passada. Tentam decorar a fala, os fatos, os dados e até conseguem. Mas ao falar, mesmo mostrando dados e fatos, a mensagem principal pode não ser transmitida. 
E sabe por que isso costuma acontecer? Por que tantos apresentadores falham em transmitir a mensagem? Porque muitas vezes nem o próprio apresentador tem a clareza, a consciência, de qual é o objetivo da fala dele. Então, você é o primeiro que deve pensar muito bem sobre o que você deseja mudar na mente da sua plateia, se você deseja que eles tirem uma conclusão, mudem uma atitude, tomem alguma ação. O que você espera que as pessoas se lembrem depois que a apresentação acabar e elas estiverem indo embora?
Sabendo disso claramente, você não vai precisar decorar informações e isso também diminui muito as chances de ter o famoso “branco”. Aquele momento em que cérebro fica perdido, tentando trazer da memória o que foi decorado.

Será muito mais fácil você encontrar as palavras naturalmente conforme for falando se você tiver profunda intimidade com o assunto e muita clareza da mensagem a ser transmitida. Isso é natural! Basta observar o que acontece quando você conta pra alguém sobre algo que aconteceu no seu dia, ou quando você conta qualquer fato sobre si mesmo. As palavras não te faltam, elas vêm naturalmente. Então... É isso! Você precisa ter uma intimidade com o assunto, tanta intimidade que você possa contar naturalmente aquilo para seu público.

E tem um segredo que vou te contar... Tá?

O público não torce contra você! 

Sério!!! Ninguém quer ver um palestrante falar mal, um professor dar uma aula ruim. Você quer? Quando assiste a uma palestra, espera que ela seja péssima? Imagino que não! 
Seu público torce por você! Se você está lá falando para eles, eles querem que tudo corra bem, para que seja uma boa experiência para eles também!

Espero que você tenha se animado. Pode escrever se quiser conversar mais sobre isso. Será ótimo!

E depois voltamos com outros pontos nesse mesmo tema.